Índia: Mais de 100 pessoas morrem em tragédia com fogo-de-artifício

(EURONEWS)

Uma celebração ligada ao novo ano hindu transformou-se numa tragédia. Mais de 100 pessoas perderam a vida num incêndio com fogo-de-artifício durante o festival Vishu no templo Puttingal da vila costeira indiana de Paravur.

O fogo poderá ter sido causado por um faísca ou o rebentamento descontrolado de um engenho pirotécnico no local onde estava concentrado o fogo-de-artifício.

O número de vítimas é pesado. Mais de trezentas pessoas ficaram feridas.

As autoridades abriram um processo sobre os responsáveis do templo que não tinham autorização para usar material pirotécnico.

De imediato, o primeiro-ministro ordenou a mobilização da força aérea e da marinha para ajudar a combater o incêndio e, sobretudo, a resgatar os feridos.

Uma equipa de médicos, especialistas em queimaduras, viajou para a zona.

Nas próximas horas no número de vítimas mortais poderá aumentar, face à gravidade e ao número de feridos. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA