Huila: Hospital “Agostinho Neto” assiste 43 pacientes vítimas de agressões físicas

Huila : Hospital Central do Lubango (Foto: Morais Silva)

O banco de urgência do hospital central do Lubango “António Agostinho Neto”, na província da Huíla, atendeu, no último fim-de-semana prolongado, 213 pessoas, como destaque para 43 vítimas de agressões físicas.

Segundo a responsável da área de enfermagem daquela unidade hospitalar, Felismina Prata, em declarações terça-feira à Angop, nesta cidade, observou ter havido um aumento de oito casos em relação ao igual período anterior.

Apontou também a assistência de 28 casos resultantes de acidentes de viação, 47 ferimentos normais, sete por arma de fogo e duas por arma branca, 20 mordeduras caninas e uma mordedura humana, que resultaram em 98 internamentos.

Afirmou que, apesar da demanda, os dias foram calmos, sendo que o trabalho foi realizado com regularidade, a julgar pelos níveis de fármacos e a eficiência de médicos, enfermeiros e pessoal de apoio.

O hospital central António Agostinho Neto funciona com mais de 81 médicos, bem como 433 enfermeiros e pessoal de apoio entre técnicos básicos, médios e superiores. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA