Governo disponibiliza verbas para cobertura do plano de resposta à epidemia de febre-amarela

Campanha de vacinação contra a febre-amarela (Arquivo) (Foto: Joaquina Bento)

A Direcção Nacional do Tesouro do Ministério das Finanças disponibilizou o montante global de Akz 1.254.881.912,00, a fim de dar continuidade à cobertura logística do Plano de Resposta à Epidemia de febre-amarela, soube a Angop.

Segundo uma nota de imprensa do Gabinete de Comunicação Institucional do Ministério das Finanças, enviada hoje, quarta-feira, à Angop, a verba é destinada às 18 províncias do país, devendo os Governos Provinciais repassar às Repartições Municipais de Saúde.

“A distribuição do montante acima descrito a todos municípios do país, emerge de acções concertadas entre o Ministério das Finanças e o Ministério da Saúde”, lê-se no documento.

A nota acresce que o Executivo reitera assim o seu firme engajamento na melhoria da assistência médico-medicamentosa às populações e capacidade para acudir situações de crise.

A epidemia da febre-amarela teve início em Luanda, Dezembro de 2015, precisamente no bairro Zango, no município de Viana.

No início da campanha, em Fevereiro deste ano, a vacinação era priorizada à crianças, aquelas pessoas que nunca tinham sido vacinadas e outras que possuíam o cartão sem nunca terem sido imunizadas.

A febre-amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por vectores. Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos.

As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vómitos por cerca de três dias.

A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiência hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. A maioria dos infectados se recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre-amarela. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA