Governo angolano tem desenvolvido acções de solidariedade humana – Carolina Cerqueira

Ministra da cultura, Carolina Cerqueira (Foto: AJulião/Arquivo)

O Governo da República de Angola tem desenvolvido várias acções de solidariedade humana junto com as igrejas, que constituem parceiros sociais, no resgate dos valores morais e culturais, afirmou hoje, domingo, a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira.

A governante fez este pronunciamento ao intervir no culto de acção de graças alusivo ao 81º aniversário do encontro entre o profeta Simão Gonçalves Toco e Deus em Catete, município de Icolo e Bengo, cuja data se assinala a 17 de Abril.

De acordo com Carolina Cerqueira, a igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo tem desenvolvido uma forte parceria com o executivo nos serviços de saúde, na educação e na solidariedade humana.

Afirmou que o Estado angolano conta com uma sociedade civil participativa e actuante, apesar de Angola ser um estado laico de acordo com a Constituição da República, não pode ficar indiferente ao fenómeno religioso no país o qual é caracterizado pela sua diversidade.

“O estado angolano protege a diferença das confissões religiosas desde que os seus lugares de culto não violem o estipulado na constituição ou ordem pública conforme o nosso sistema jurídico”, referiu.

Na óptica da governante “a igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo que é um dos maiores movimentos cristãos é uma importante parceira do Estado angolano e o departamento ministerial da cultura tem acompanhado o seu desenvolvimento“.

Enalteceu na ocasião o trabalho unificador levado a cabo pela direcção desta agremiação religiosa liderada pelo bispo Afonso Nunes, o qual tem desempenhado com maestria o papel pacificador e unificador no seio do povo angolano, assim como no resgate dos valores morais e culturais.

“Saudamos o bispo Dom Afonso Nunes pela sua visão estratégica e pela fortificação da palavra do evangelho. Não podemos ficar indiferentes pelo facto da igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo estar a contribuir no processo de pacificação dos espíritos e na educação dos jovens“, sublinhou.

Carolina Cerqueira pediu na sua alocução que esta igreja continue a trabalhar junto dos jovens com vista a preparar um futuro promissor para Angola, incentivando-os a abandonarem o uso excessivo do álcool e a violência doméstica, males que contribuem para a desestruturação das famílias.

Para além da ministra do Cultura participaram no culto deputados à Assembleia Nacional, membros do Governo Provincial de Luanda, líderes de diversas congregações religiosas e perto de 300 mil fiéis.

O acto decorreu sob o tema central “Movidos pelo Espírito de Abril, espalhemos com coragem os ideais da paz, unidade e reconciliação defendidos por sua santidade profeta Simão Gonçalves Toco”. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA