Governador de Malanje garante melhores condições aos estudantes do IMAM

Noberto dos Santos - Governador de Malanje (Foto: Ancelmo Kabandy)

O governador de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, garantiu hoje (segunda-feira), nesta cidade, que o governo da província vai trabalhar para melhorar as condições sociais dos estudantes do Instituto Médio Agrário (IMAM), tendo em conta as dificuldades que os mesmos enfrentam.

Segundo o governante, que falava durante um encontro que teve com os estudantes do IMAM, as condições consubstanciam-se em pinturas das infra-estruturas, alocação de transportes para os docentes e discentes, sementes agrícolas para aulas práticas e outros meios que ajudam na qualidade de ensino e aprendizagem.

Kwata Kanawa considerou ser necessário que os estudantes coloquem em prática as matérias que aprendem e os professores devem ensinar e formar bem os jovens, porque o país necessita de quadros que garantam o progresso no futuro.

Para o governador, se os alunos não estiverem bem formados hoje o país vai ter muitas dificuldades na resolução de problemas, uma vez que será necessário importar quadros do exterior para alavancar o crescimento de Angola.

Por outro lado, Kwata Kanawa exortou aos estudantes internos do IMAM a cumprirem com as orientações da direcção da escola, bem como dos professores, como pressuposto para manterem-se no internato e alcançarem o objectivo de formação académica e profissional.

“A primeira coisa que os alunos têm que ter é disciplina, bem como devem ter regras de convivência e a direcção do instituto terá que tomar medidas sérias para combater as infracções que ocorrem dentro do estabelecimento”, frisou.

Inaugurado pelo presidente da República, José Eduardo dos Santos, o Instituto Médio Agrário de Malanje está localizado a 12 quilómetros da cidade com o mesmo nome e foi criado no âmbito da política do governo central de recuperação das escolas de ensino médio técnico do país.

A visita do governador ao IMAM surge na sequência de uma jornada iniciada na semana passada a algumas escolas do I e II ciclos de ensino, localizadas no município de Malanje, que visa constatar as condições de ensino e aprendizagem, bem como as dificuldades que as mesmas registam. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA