Escritora quer inclusão e estudo de literatura infantis no sistema escolar

escritora angolana zulinni Bumba (Foto: António Escrivão/Arquivo)

A escritora angolana Zulinni Bumba defendeu hoje, segunda-feira, em Luanda, a necessidade da inclusão de livros infantis como material de apoio e de estudo para as classes de iniciação nas escolas nacionais.

Em declarações à Angop a propósito estado da literatura infantil em Angola, Zulinni Bumba acredita que o estudo de obras literárias por parte das crianças seria uma mais-valia no aprendizado, pois estes livros possuem conteúdos valorosos e de estudo.

A escritora afirma existirem escolas e colégios onde se dá Mário valor ao estudo de livros de história estrangeira, aferindo ser hora de valorizar-se, de alguma forma, obras nacionais, até porque em sua opinião existe livros de escritores categorizado.

Zulinni Bumba diz ser necessário um esforço conjunto entre os vários agentes sociais para que esta ideia seja concretizada e as crianças tenham desde as primeiras classes estórias e os autores de livros infantis angolanos.

De acordo com a especialista é crucial que os escritores levem as suas obras para outras localidades de Angola, para que mais crianças tenham acesso a livros de estórias infantis.

A escritora fez um balanço positivo sobre o crescimento da literatura infantil, congratulando-se com o surgimento de mais escritores, mais obras publicadas, solicitando mas feiras de livros e outros eventos que promovam à venda e à leitura.

Madalena Suzete Paulo Manuel Bumba, de pseudónimo Zulinni Bumba, conta com vários livros infantis, entre eles “O aniversário do rei leão”, “Kambinda”e “ Menino Kulomba e os dois lenhadores”. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA