Dilma acusa Temer de ser chefe de uma conspiração

(AFP)

A presidente Dilma Rousseff acusou nesta terça-feira Michel Temer de traição depois do vazamento de uma gravação na qual o vice-presidente já dá a chefe de Estado como destituída.

Esse vazamento revela “esse chefe conspirador que não tem compromisso com o povo”, declarou Dilma durante uma reunião sobre educação no Palácio do Planalto.

“Vivemos estranhos tempos de golpe, farsa e traição”, afirmou Dilma, acusando Temer de ser um “dos dois chefes da conspiração contra ela, referindo-se também ao presidente da Câmara de Deputados, Eduardo Cunha.

“Agora conspiram abertamente (…) para desestabilizar uma presidenta legitimamente eleita”, afirmou ainda. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA