Cuanza Norte: Solicitado mais engajamento das mulheres na actividade agrícola

Administradora municipal adjunta e Cambambe, Leonora da Silva Ferreira (Foto: Moisés Francisco)

A administradora municipal adjunta de Cambambe, província do Cuanza Norte, Leonor da Silva Ferreira, solicitou, hoje, quarta-feira, no Dondo, mais engajamento das mulheres na actividade agrícola, com vista atenuar os efeitos da crise económica que o país vive, resultante da baixa do preço de petróleo no mercado internacional.

Em declarações à Angop, a responsável apela para a necessidade do melhor aproveitamento das potencialidades das terras aráveis, intensificando a produção agrícola, para o benefício da economia doméstica.

Salientou que a mulher enquanto responsável pela afirmação da família, é chamada a tomar todas as providências para a estabilidade do lar e, a este respeito, a agricultura joga um papel relevante, com a oferta para o consumo de produtos naturais locais e a baixo custo.

Para si, será vã a fertilidade dos solos de Cambambe, se não forem eficientemente explorados e assim reduzir-se a dependência do consumo de produtos importados.

“Uma riqueza só tem efeitos positivos quando explorada, como é o caso concreto da fertilidade dos solos de Cambambe”, referiu.

Sublinhou que nos últimos tempos o governo tem vindo a prestar muita atenção ao desenvolvimento do sector agro- pecuário, daí que seria importante o envolvimento das mulheres, para que possam usufruir desta assistência, visando produzirem o suficiente para o sustento das famílias e destinar ao mercado o excedente

Leonor da Silva disse ainda que no quadro das estratégias do governo da diversificação da economia, o município dispõe de um centro de larvicultura, onde as mulheres podem adquirir os alevinos, da espécie tilápia, vulgo cacusso, para a criação de peixes, mesmo em quintais de residências, visando fazer face à crise. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA