Conheça o castigo mórbido para quem bebe e dirige na Tailândia

(DR)

Álcool e conduzir não combinam, certo? É óbvio, mas mesmo assim muitos ignoram o fato no mundo inteiro. Isso porquê de acordo com dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde, os acidentes de trânsito são responsáveis pela morte de mais de 1,2 milhões de pessoas no mundo por ano.

E na Tailândia motociclistas costumam pegar a estrada, muitas vezes sem usar capacete, depois de terem consumido bebidas alcoólicas.

O resultado não poderia ser outro: estima-se que durante o Songkran, o Ano-Novo Tailandês, apelidado “sete dias de perigo”, duas pessoas morrem e 160 ficam feridas na estrada a cada hora. E, para punir quem insiste em conduzir o carro ou a moto depois de beber, o governo criou uma acção diferente.

Infractores vão ser obrigados a trabalhar em necrotérios, limpando e transportando corpos. Segundo o coronel Kriangdej Jantarawong, a ideia é “deixar os motoristas irresponsáveis com medo de dirigir  embriagados, pois vêem como podem acabar”.

O país ocupa a segunda posição no ranking mundial de mortes nas estradas, e estratégias mais leves, entre outros trabalhos comunitários, como limpar parques e ajudar em bibliotecas, não têm funcionado.

Imaginem aplicar isso em Angola?

(YAHOO)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA