Comité de Política monetária aumenta taxa básica de juros

Banco Nacional de Angola acompanha com atenção redobrada a formação de preços e o custo da moeda no mercado. (Foto: Vigas da Purificação)

O comportamento da economia mundial foi avaliado com base nos mais recentes indicadores obtidos numa altura em que o BNA apreciou também a evolução dos sectores real e fiscal da praça nacional.

O Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola (CPM/ BNA) decidiu esta semana aumentar as taxas básicas de juro – Taxa BNA – de 12 para 14, a de juro da facilidade permanente de cedência de liquidez de 14 para 16 e a de juro da facilidade permanente de absorção de liquidez a sete dias de 1,75 para 2,25 por cento ao ano. A decisão consta de um comunicado saído da reunião, na sua quinquagésima quarta sessão ordinária.

Conforme o documento, o Comité de Política Monetária (CPM) analisou a evolução dos indicadores dos sectores Real, Fiscal, Monetário e Externo referentes ao mês de Fevereiro de 2016, bem como o comportamento da economia mundial.

Foi, igualmente, prestada particular atenção aos factores que determinaram a trajectória recente dos preços na economia nacional.

Evolução da economia No mês de Fevereiro de 2016, a taxa de inflação mensal, medida pelo índice de preços no consumidor (IPC) da província de Luanda foi de 3,28 por cento, inferior em 0,15 pontos percentuais em relação ao mês de Janeiro de 2016.

A inflação dos últimos doze meses situou-se em 20,26, superior em 2,92 pontos percentuais relativamente ao mês de Janeiro de 2016.

As classes “alimentação e bebidas não alcoólicas”, “habitação, electricidade e combustíveis” e “bens e serviços diversos” foram as que mais contribuíram para a inflação registada no mês em análise com 1,69, 0,31 e 0,22 pontos percentuais, respectivamente.

As de “bebidas alcoólicas e tabaco”, “saúde” e “educação” foram as que mais variaram, com 6,03; 5,84 e 5,57 por cento, respectivamente. Dentre as demais províncias, objecto de recolha oficial do nível geral de preços, por parte do Instituto Nacional de Estatística (INE), a província do Huambo foi a que registou a taxa de inflação mensal mais baixa, de 2,92 por cento, sendo Luanda commaior aumento, de 3,28. No mesmo período, a luibor overnight manteve-se em 11,30.

O comportamento da economia mundial foi avaliado com base nos mais recentes indicadores obtidos numa altura em que o BNA apreciou também a evolução dos sectores real e fiscal da praça nacional Comité de Política monetária aumenta taxa básica de juros vigas da purificação Banco Nacional de Angola acompanha com atenção redobrada a formação de preços e o custo da moeda no mercado por cento, ao ano, e nas maturidades de 3 e 12 meses situaram-se em 12,87 e 14,43, respectivamente;

De acordo com dados preliminares, no mês de Fevereiro de 2016, o crédito à economia cresceu 0,48. Bancos comerciais No mês de Fevereiro, os bancos comerciais adquiriram divisas no valor de 890 milhões no mercado cambial, das quais 741,91 ao BNA e o remanescente aos seus clientes.

No mercado cambial primá- rio, a taxa de câmbio média de referência no mês em análise depreciou-se em cerca de 2,14 por cento face ao mês anterior, tendo-se situado em 158,945 kwanzas por dólar dos Estados Unidos da América.

Venda de divisas

O BNA realizou venda de divisas no montante de 136,9 milhões sendo. 79,8 milhões de euros em leilão de preço para cobertura de necessidades gerais de importação de bens alimentares; 57,1 para operações de natureza distinta. A taxa de câmbio média de referência de venda do euro do mercado cambial primário, apurada ao final da semana foi de 179,547 kwanzas.

Operações fiscais

Para a gestão corrente do Tesouro Nacional, o Banco Nacional de Angola, enquanto operador do Estado, colocou no mercado primário Títulos do Tesouro no montante de 26,0 mil milhões, sendo 13,7 milhões em Bilhetes do Tesouro (BT) e 12,3 em Obrigações do Tesouro (OT).

As OT emitidas foram nas maturidades de 2, 3, 4 e 5 anos, e taxas de juro de 7,00; 7,25; 7,50 e 7,75 por cento, ao ano, respectivamente.

As taxas de juro médias apuradas para os BT foram de 14,99; 17,00 e 17,75 por cento ao ano, respectivamente para as maturidades de 91, 182 e 364 dias, com variação de 0,04; 0,29 e 0,48 pontos percentuais em todas as maturidades, face à semana anterior. (jornaldeeconomia)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA