Chuvas causam três mortos em Luanda

Chuvas em Luanda (RNA/Arquivo)

Três menores de dois, quatro e oito anos, membros da mesma família, morreram no bairro do Cantintom, nos distrito urbano da Ingombota, em Luanda, vitimas do desabamento de uma parede da residência em que habitavam, consequência das chuvas que caíram durante a última madrugada na cidade capital.

A informação foi prestada à Angop pelo porta-voz do comando provincial do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), Faustino Minguês.

Segundo aquele oficial, os menores, por sinal irmãos, tiveram morte imediata quado dormiam.

Acrescentou que a chuva, que durou mais de quatro horas, deu origem ao surgimento de ravinas em alguns bairros, provocou inundações de residências, criou constrangimentos em vias principais, secundárias e terciárias, assim como deslizamentos de terra que tornaram intransitáveis várias ruas nos municípios e distritos urbanos.

O responsável fez um apelo para se redobrar os cuidados com as crianças. Apelo esse dirigido sobretudo às famílias que vivem em locais de risco como encostas, linhas de água, entre outros.
“Quando estiver a chover, devem, igualmente, evitar andar descalços, manter as valas de drenagem limpas, não construir na margens de canais e zonas proibidas, desligar a corrente eléctrica, cortar a água e o gás, não consumir água das chuvas e não procurar abrigo em zonas descampadas ou em baixa de arvores”, recomendou Faustino Minguês. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA