China quer apoiar reforço da segurança pública em Luanda

Cui Aimin - Embaixador da China em Angola (Foto: Clemente Santos)

O embaixador da China em Angola, Cui Aimin, garantiu hoje, em Luanda, a disponibilidade do seu país apoiar a Polícia Nacional em questões de segurança pública.

O diplomata manifestou esta intenção à saída de um encontro com o governador provincial de Luanda, Higino Carneiro, com quem abordou questões de interesse geral.

Cui Aimin disse que a conversa com o governador foi também em torno de assuntos ligados ao desenvolvimento da cidade de Luanda, a cooperação bilateral, na área da educação, ciência e cultura e saúde pública.

“O problema da segurança pública é um factor crucial para o desenvolvimento social e também para todo país, por isso consideramos que a China poderá oferecer apoio para capacitação da polícia, material, formação de quadros e futuramente realizar acções conjuntas para o combate de crimes em Luanda, no sentido de melhorar o ambiente de investimentos de Angola”, observou.

“A China dará maior apoio em todo país com vista a promover o intercâmbio entre as províncias angolanas e chinesas”, disse.

O governador provincial de Luanda, Higino Carneiro, reuniu-se ainda em separado com os embaixadores da República de Cabo Verde, Francisco Pereira, de Cuba, Gizela Garcia, com a directora da ONUSIDA em Angola, Sihaka Tsemo e com a primeira secretária do partido FNLA, Maria da Conceição Boaventura. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA