China confirma investimentos na Guiné-Bissau

(DR)

Chegou ontem ao fim o encontro empresarial para a cooperação económica e comecial entre a China e os países de Língua Portuguesa – CPLP – em Bissau.

As autoridades da Guiné-Bissau dizem ter sido um “sucesso absoluto” o encontro de dois dias do fórum empresarial entre os homens de negócios da China e os dos países de língua portuguesa (CPLP) que terminou este domingo em Bissau.

Bruno Jauad, director-geral de promoção de investimentos privados na Guiné-Bissau, lembrou que vários protocolos foram assinados, entre eles um com a China Machinarie Engenering Corporation (CMEC).

É esta empresa que irá construir, entre outras infraestruturas, o novo Aeroporto Internacional de Bissau, alargar a antiga aerogare, construir o porto de pesca de Pikil, no nordeste da Guiné-Bissau, o porto de águas profundas em Buba, no sul, estradas, pontes e ainda habitações sociais.

Tal como dizia o embaixador da China na Guiné-Bissau, Wang Hua, Pequim e os empresários chineses estão dispostos e prontos para apoiarem o verdadeiro desenvolvimento da Guiné-Bissau, dependendo agora da resposta dos guineenses. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA