Canadá: Angolanos em Hamilton e Toronto comemoram dia da Paz

Embaixador de Angola no Canadá, Edgar Gaspar Martins (Foto: Francisco Miudo/Arquivo)

O embaixador de Angola no Canadá, Edgar Gaspar Martins, encontrou-se, na cidade de Hamilton, província de Ontário, com os angolanos residentes naquela urbe, bem como em Toronto e arredores, com o propósito de assinalar o dia da paz, celebrado a 4 de Abril, e para a auscultação das suas preocupações.

Ao usar da palavra, o chefe da missão diplomática de Angola, fez uma incursão pela realidade histórica do país até ao alcance da paz, a 4 de Abril de 2002, tendo, depois, ressaltado os ganhos obtidos nestes 14 anos, com realce para a reconstrução de cidades e criação de novas centralidades, recuperação dos caminhos-de-ferro e construção de estradas e novos aeroportos, entre outros.

Edgar Gaspar Martins, que estava ladeado pela presidente do Conselho de Salvação da Comunidade de Hamilton, Elsa de Almeida, e pelo presidente da Associação Comunitária de Ontário, Rui da Silva, chamou a atenção dos presentes, que encheram a Casa de Angola, para as dificuldades financeiras que o país está a atravessar, que obriga a todos a um esforço de contenção e melhor gestão dos recursos.

No debate aberto, os presentes congratularam-se com a obtenção da paz entre angolanos e expressaram as suas preocupações e dificuldades, principalmente relacionadas com a tramitação da sua documentação e manutenção financeira das sedes das comunidades, sem o apoio continuado da Embaixada.

No encontro, o embaixador de Angola testemunhou o lançamento da campanha de recolha de material hospitalar gastável, por parte da Associação Comunitária de Toronto, tendo prometido todo o apoio necessário para fazer chegar a Luanda o contentor com as doações.

A anteceder o acto, que assinalou a passagem do dia da paz, o sector consular da Embaixada de Angola trabalhou com a comunidade, durante as horas normais de expediente de sábado e, posteriormente, na manhã de domingo, na actualização dos seus documentos e registo de seus filhos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA