Bispos franceses apelam padres pedófilos a denunciar crimes à justiça

(EURONEWS)

A Igreja Católica francesa reage à vaga de escândalos de pedofilia ao apresentar um plano para fazer face às acusações.

Entre as medidas anunciadas pela Conferência Episcopal francesa encontra-se a criação de uma comissão de peritos independentes para analisar os casos, assim como a abertura de centros de apoio às vítimas e de prevenção da pedofilia em todas as dioceses.

O responsável da Conferência Episcopal, Georges Pontier, apelou igualmente aos padres que praticaram abusos para que o denunciem à justiça.

“Pensamos que é importante que exista uma comissão externa de peritos pois temos uma relação com os nossos padres que ultrapassa a relação habitual entre o empregador e um empregado. Temos uma relação que cria proximidade com os padres e esta proximidade pode ser prejudicial em algumas ocasiões”.

O plano é anunciado num momento em que o Cardeal de Lyon, Phillipe Barbarin é acusado nos tribunais de ter encoberto pelo menos dois casos de abusos sexuais a menores há mais de 25 anos.

O responsável rejeita as acusações, assim como a demissão. O Conselho Episcopal apelou aos responsáveis religiosos para que tomem todas as medidas necessárias para proteger crianças e jovens. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA