Bié: Uso de drogas e divergências nos lares entre as causas dos crimes

Bié: Surperintendente-chefe António Hossi, chefe do gabinete de informação e imagem do comando provincial da Policia Nacional no Bié (Foto: Leonardo Castro)

O uso das drogas, divergências nos lares, ganância ao lucro fácil e o desemprego foram hoje, quinta-feira, na cidade do Cuito, província do Bié, apontadas como as principais causas do cometimento de 55 delitos registados nos últimos sete dias, mais quatro em relação a igual período anterior.

A informação foi prestada à Angop, no habitual balanço da semana, pelo responsável do gabinete de comunicação e imagem comando provincial da Polícia Nacional, superintendente-chefe, António Hossi.

A fome e miséria crescente, com maior incidência nas classes menos favorecidas, falta de iluminação pública nos principais centros suburbanos, a inobservância às regras de trânsito disse, constam também entre as causas da criminalidade que resultaram na detenção de 58 supostos criminosos (+9).

Referiu que, entre os crimes praticados figuram contra a ordem e tranquilidade pública, uso e posse de estupefacientes, posse ilegal de armas de fogo e de engenhos explosivos, homicídios voluntários simples e com culpas graves.

Assegurou que, as forças da ordem e tranquilidade pública continuam a desenvolver acções, com vista a redução da criminalidade no seio das comunidades, através da intensificação das operações de patrulhas e o trabalho de polícia de proximidade ao cidadão. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA