Benguela: MPLA reúne-se em conferência de balanço e renovação de mandatos na Ganda e Cubal

MPLA (DR)

Quinhentos e 26 delegados do MPLA reúnem-se a partir de hoje (sexta-feira), no município da Ganda (Benguela), na sua XII conferência ordinária de membros para balancear as actividades desenvolvidas em cinco anos e renovar o mandato de órgãos directivos.

Os participantes vão, nessa reunião com a duração de dois dias analisar, discutir e aprovar os relatórios de balanço do comité municipal, comissão de disciplina e auditoria cessante, traçar linhas de força e de orientação do trabalho político-partidário para mandato de 2016/2021.

Durante o evento, os delegados vão igualmente eleger um novo primeiro secretário municipal do partido, estando a concorrer para a sua sucessão, o único candidato, António Kapewa Kalianguila, bem como um novo comité com 65 membros, 91 delegados a conferência provincial, 12 pré -delegados ao congresso, igual número para membros do comité provincial e um ao comité central do partido.

Fazendo balanço sobre o processo orgânico decorrido nas estruturas de base e intermédias do partido, o primeiro secretario do MPLa na Ganda, António Kapewa Kalianguila, considerou êxitosa o balanço e a renovação de mandatos a nível de caps e comités comunais.

Em termos das conferências comunais foram reconduzidos quatro primeiros secretários, nas quais dois do género feminino, tendo havido apenas uma renovação na direcção comunal/sede da Ganda.

As comissões de trabalhos criados ultimam detalhes para o êxito da realização da XII – conferência municipal, cujos critérios baseiam-se no rigor e regulamento do processo, face ao princípio da representação em distintos órgãos directivos do partido de 40 porcento de mulheres e 30 de jovens.

Para Kapewa Kalianguila, o princípio da democratização interna no seio do partido é o pressuposto que está a nortear o processo orgânico rumo ao VII congresso ordinário do MPLA.

Por seu turno, no município do Cubal (Benguela), a segunda secretária municipal do MPLA, Margarida Alice Martins, assegurou estarem criadas todas as condições para a realização sem sobressalto da XII conferência municipal de balanço e renovação de mandatos do partido, a decorrer de 22 a 23 do mês em curso.

De acordo com a segunda secretária do MPLA no Cubal, os trabalhos cingem-se neste momento, na organização das listas dos militantes para XII conferência municipal, provincial e ao congresso.

Avançou que, 519 delegados eleitos nas organizações de base do Mpla, fazem parte deste conclave que irá eleger o primeiro secretário municipal do partido no Cubal, que tem como único candidato a concorrer a sucessão de António Saraiva, por inerência de funções, Carlos Alberto Guardado, administrador municipal do Cubal.

Margarida Alice Martins espera desta conferência resultados que venham fortalecer a unidade e coesão do partido, para fazer face aos desafios que se colocam a maior força política do país.

Apelou para a necessidade dos militantes apoiarem o candidato a ser eleito nesta conferência com abnegação, de modo a que a realização do pleito eleitoral marcado para 2017, seja coroado de êxitos a favor do MPLA. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA