Basquetebol: Interclube aponta dificuldades mas relança-se à disputa do título

JOGADORES DO INTERCLUBE RECEBEM ORIENTAÇÃO TÉCNICA (ARQUIVO) (FOTO: HENRI CELSO)

O técnico-adjunto do Interclube, Manuel Sousa “Necas”, reconheceu hoje, em Luanda, que a sua equipa intercalou entre bom e mau durante a fase regular do campeonato nacional sénior masculino de basquetebol, ainda assim afirmou que o conjunto está igualmente na luta pelo título da prova.

Falando à Angop a propósito da fase de qualificação a iniciar-se sexta-feira, onde defronta o Petro de Luanda, o treinador acrescentou que dada a miscelânea entre veteranos e juventude, o grupo oscilou ligeiramente na segunda fase, mas conseguiu reverter ao se qualificar entre os cinco melhores, pelo que tudo fará para ficar entre os quatro e discutir o título como foi traçado no princípio.

De acordo Necas, obviamente existem outras equipas que têm se apresentado bem, como Petro de Luanda, Recreativo do Libolo e 1º de Agosto, mas os “polícias” têm estado a crescer jogo a jogo, o que reservam muitas surpresas nos “duetos” nesta fase.

Fruto dos últimos desafios, Manuel Sousa disse que a sua formação vai se impor contra os outros quatro adversários, tendo em vista o objectivo de atingir a final, quiçá ganhar o troféu.

Apesar de não falar a fundo em relação ao nível de arbitragem, sugeriu a importância de se ponderar alguns erros, uma vez existir árbitros recem formados, devendo-se dar tempo para estes irem se afirmando.

Hoje durante duas horas e meia, o Interclube fez vários exercícios físicos com cordas, lançamentos exteriores e terminou com um jogo.

Fizeram parte do treino Miguel Kiala, Gerson Domingos, Paulo Barros, José António, André Miguel, Adilson Ramos, Alexandre Jungo, Hígido Ventura, Fidel Cabita, Rominick Samba, Hélder Cristina, Francisco Horácio e Tome Hedy. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA