Atentado mata 12 recrutas no Afeganistão

(AFP)

Ao menos 12 recrutas do exército afegão morreram e 26 ficaram feridos nesta segunda-feira em um atentado suicida contra o ónibus em que viajavam em Jalalabad, capital da instável província de Nangarhar, anunciaram as autoridades locais.

O suicida activou a carga “na passagem de um ónibus que transportava recrutas”, declarou à AFP Ataulah Khogyani, governador de Nangarhar.

O porta-voz do ministério afegão da Defesa, Dawlat Waziri, confirmou o balanço do ataque

“O ónibus os transportava de Jalalabad a Cabul, 130 km ao oeste”, disse.

O atentado aconteceu no distrito de Sukhrod, na grande periferia de Jalalabad.

“Perdi meu pai e dois de meus irmãos no ataque”, disse à AFP Ahmed, pouco depois de chegar ao hospital.

O ataque não foi reivindicado até o momento, mas os talibãs atacam com frequência o exército.

O governo afegão tenta levar os insurgentes de volta à mesa de negociações, mas eles se recusam a aceitar enquanto os 13.000 militares da Otan que permanecem em território afegão não abandonarem o país.

Mas Nangarhar também é cobiçada pelo grupo Estado Islâmico (EI), especialmente implantado na fronteira com o Paquistão.

Muitos combatentes do EI na região são ex-talibãs afegãos e paquistaneses decepcionados com a direcção adoptada pelo movimento talibã. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA