Angolanos e estrangeiros vão sair do país com menos dinheiro

Governador do BNA, Walter Filipe Duarte (Foto: Franscisco Miudo)

Os cidadãos nacionais residentes no país e estrangeiros titulares de cartão de residência válido vão a partir de hoje (quinta-feira) poder sair do território nacional com menos dinheiro, em função da alteração dos valores de entrada e saída de bens monetários por pessoas singulares.

A medida, que tem o aval das comissões Económica e para a Economia Real do Conselho de Ministros, estabelece como tecto máximo dez mil dólares norte-americanos (Usd) para os maiores de 18 anos e de três mil e 500 aos menores de 18 anos.

Deste modo, ficam para trás os anteriores Usd 15 mil (para adultos), ou o equivalente em outra moeda estrangeira, e os cinco mil dólares, anteriormente autorizados para os residentes cambiais (menores de 18 anos).

Segundo o governador do Banco Nacional de Angola (BNA), Valter Filipe da Silva, que falava à imprensa, no final da 7ª sessão ordinária das comissões Económica e para a Economia Real do Conselho de Ministros, a medida visa evitar a fuga de divisas.

“Verificamos que há uma fuga acentuada de divisas que está a pôr em causa a nossa estabilidade monetária”, afirmou.

Disse tratar-se de uma medida que vai exigir dos angolanos algum sacrifício, mas que vai ajudar o país nessa fase difícil a ter maior estabilidade monetária e cambial. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA