Angola tem de vacinar toda a população contra a febra amarela

Margaret Chan, directora-geral da OMS (VOA)

Aviso é da OMS cuja directora-geral Maragaret Chan encontra-se em Luanda.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) revela que Angola terá de vacinar todos os seus cidadãos contra a febre amarela como forma de impedir que epidemia ganhe proporções mais dramáticas.

Com uma população estimada em 26 milhões de pessoas, segundo o censo de 2015, e depois de as autoridades de saúde angolanas terem dito que já foram vacinadas 5.8 milões de cidadãos, a OMS agora diz que Angola deve imunizar com urgência 19,3 milhões de pessoas, em 12 províncias.

O anúncio é feito no momento em que se encontra no país a directora-geral da OMS e quando, de acordo com a organização, “Angola necessita de adquirir vacinas a nível internacional com urgência”.

Até amanhã, 5, Margaret Chan reúne-se com entidades governamentais e representantes de outras organizações internacionais sediadas em Luanda e visita alguns hospitais.

Até agora, dados oficiais indicam que a epidemia já matou 218 mortes, na sua grande maioria em Luanda, e infectou mais de 1.500 pessoas.

O novo ministro angolano da Saúde, Luís Gomes Sambo, disse recentemente que o Governo disponibilizou 30 milhões para a compra de vacinas, medicamentos e outro material médico para combater as duas epidemias que afetam o país, a febre amarela e a malária. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA