Analisados projectos estruturantes de impacto social

VII Sessão conjunta das comissões Económica e para a Economia Real do Conselho de Ministros (Foto: Francisco Miúdo)

A 7ª reunião ordinária conjunta das comissões Económica e para a Economia Real do Conselho de Ministros analisou nesta quinta-feira, em Luanda, a situação dos projectos estruturantes do sector da energia e águas.

Em sessão orientada pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, foi apreciado o abastecimento de água à província de Luanda, assim como os aproveitamentos hidroeléctricos de Laúca e de Cambambe e a central de ciclo combinado do Soyo.

No âmbito dos projectos estruturantes, foi analisado o Memorando sobre o Programa de Investimentos Públicos, inserido na Linha de Crédito da China.

Outros projectos prioritários que, pela sua dimensão, localização, complementaridade e sustentabilidade, estimulam a competitividade e o crescimento da economia angolana também estiveram em voga na sessão.

As comissões apreciaram o relatório de balanço do Plano de Desenvolvimento da Província de Cabinda 2013 a 2017, que resume as iniciativas de subordinação central e provincial que foram implementadas durante o período de 2013 a 2015, com vista a desenvolver a capacidade institucional.

Intensificar a construção de infra-estruturas básicas e urbanísticas, assegurar a estabilidade económica e melhorar as condições de vida das populações, constam dos objectivos do referido plano.

No âmbito das Políticas Fiscal, Monetária e Cambial, as comissões apreciaram as medidas de gestão e contenção do excesso de liquidez, com o objectivo de controlar a instabilidade que se verifica na fixação de preços, através dos instrumentos à disposição do Banco Nacional de Angola (BNA) para fazer face à liquidez excedentária.

Foram igualmente abordados, por um lado, o painel de indicadores fiscais, que constitui uma síntese da execução fiscal do Plano de Caixa, referente ao período de 24 a 31 de Março do corrente ano, e por outro o Memorando sobre o controlo da rede comercial, tendo em conta os níveis de stock, os indicadores de comércio externo, a produção nacional e o índice de preços no consumidor.

As comissões tomaram conhecimento do memorando sobre a evolução dos mercados monetário e cambial, referente ao período de 21 a 24 de Março de 2016. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA