Washington acredita ter eliminado número dois do ISIL

Abd al Rahman Mustafa al Qaduli (DR)

O número dois do autoproclamado Estado Islâmico, Abd al Rahman Mustafa al Qaduli terá sido morto, esta semana, durante um ataque norte-americano na Síria.

A informação, inicialmente, avançada pela NBC foi, entretanto, confirmada em conferência de imprensa pelo secretário da Defesa dos Estados Unidos.

“Estamos sistematicamente a eliminar elementos do ISIL. Os militares norte-americanos mataram vários líderes terroristas desta organização e acreditamos que, entre eles, está Haji Imam. Um líder do ISIL que trabalhou como ministro das Finanças e responsável por alguns negócios estrangeiros do grupo” refere Ashton Carter.

Al Qaduli também conhecido como Hajji Iman era desde 2014, um dos homens mais procurados pelos Estados Unidos que ofereciam uma recompensa de cerca de 6 milhões de euros por informações que levassem à captura do líder radical.

Em 2004, Al Qaduli integrou a Al-Qaeda no Iraque.

Recentemente, os Estados Unidos anunciaram também a morte de uma outra figura de topo do Estado Islâmico, Omar al-Shishani, conhecido por Omar, o Checheno. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA