Trump e Hillary com vitórias estrondosas na Florida. Marco Rubio desiste

Para as moças que se assustaram ao saber da notícia, a lituana garante que não tem motivo para ter medo. “Não há o que temer: todas as sanguessugas que entram também saem, já que naturalmente elas se soltam quando ficam cheias de sangue. Não existe chance de alguma ficar lá dentro”, completou. A terapia com sanguessugas no útero durou cerca de 8 meses e, aos 45 anos, Nina finalmente conseguiu engravidar. “Sei que sem as sanguessugas eu não teria chance de ter meu filho Noel”, encerrou a mulher, que também usa os animais para tratar machucados do filho, hoje já com 6 anos. Entretanto, ainda não há confirmações científicas que atestem a eficácia do tratamento. (AFP)

As primeiras projeções desta ‘minisuperterça-feira’ nas primárias americanas não deixam dúvidas. Para o duelo final entre Hillary e Trump só falta a nomeação oficial.

E pronto. Estará decidido. Com vitórias estrondosas na Florida, estado decisivo, Hillary Clinton e Donald Trump só precisarão agora da nomeação de democratas e republicanos para serem oficialmente os candidatos dos dois partidos às eleições de novembro, onde se decide quem ocupará o lugar de Barack Obama na Casa Branca.

No caso de Trump, a vantagem foi tão avassaladora desde as projeções iniciais, que Marco Rubio, a jogar em casa (é o senador republicano da Florida), anunciou de imediato, ainda nem a contagem dos votos ia a meio, que suspendia a campanha e se retirava da corrida à nomeação.

Hillary terá mesmo feito o trio. Nos outros estados onde se votou nesta outra terça-feira decisiva para as primárias americanas, a senadora democrata ganhou igualmente na Carolina do Norte e no Ohio, segundo as projeções da CNN. Este último, um triunfo importante já que o estado era considerado ‘amigo’ de Bernie Sanders. Já nos republicanos, Trump terá ficado à frente na Carolina do Norte, mas não no Ohio, onde a sondagem da CNN dava John Kasich como vencedor. (OBSERVADOR)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA