Suspeito detido em Schaerbeek está relacionado com a detenção ontem em Paris

(EURONEWS)

O bairro de Schaerbeek, em Bruxelas, foi palco de mais uma operação policial que começou ao início da tarde. Um suspeito foi atingido e detido em seguida. Informações não confirmadas indicam que o indivíduo estaria na posse de explosivos. A brigada de minas e armadilhas foi mobilizada. Testemunhas referem, pelo menos uma explosão. O perímetro de segurança mantém-se porque a polícia quer assegurar-se que não há explosivos na área prontos a serem detonados.

O burgomestre de Schaerbeek, Bernard Clerfayt, declarou à televisão pública belga RTBF que a operação desta manhã é uma consequência da detenção efetuada na noite passada em Argenteuil, nos arredores de Paris e que há uma ligação com os atentados desta terça-feira na capital belga.

A meio da tarde correu a informação que o suspeito detido seria Mohamed Abrini, um francês que foi filmado com Salah Abdeslam, numa estação de serviço, dois dias antes dos atentados de Paris, a 13 de novembro que fizeram 130 mortos. Mas a procuradoria federal desmentiu o rumor.

Na quinta-feira houve várias ações nos bairros de Jette e Schaerbeek, em Bruxelas, que levaram à detenção de seis indivíduos, e esta manhã houve também uma detenção no bairro de Forest. Há também notícia de um suspeito detido na Alemanha em relação com os acontecimentos da capital belga. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA