Procurador argentino quer investigar gastos em viagens de Cristina Kirchner

(AFP)

Um procurador federal argentino manifestou sua intenção de investigar gastos em viagens da ex-presidente Cristina Kirchner (2007-2015) por suspeitas de irregularidades, informaram nesta sábado fontes judiciais.

Em duas viagens oficiais da ex-presidente a Nova York e Assunção, em 2015, alguns funcionários podem ter cobrado facturas que não estariam na regra, segundo a denúncia de um advogado.

O procurador federal Ramiro González pediu informações à Presidência e à Controladora Geral (Sigen), que supervisiona as despesas da administração governamental. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA