Passos: Marcelo “não terá uma presidência simples”

(Negocios)

À entrada para a tomada de posse do novo Presidente da República, o líder social-democrata agradeceu o papel de Cavaco Silva, dizendo que Portugal lhe “ficará a dever muito, serviu o seu país e não se serviu do seu lugar”.

O ex-primeiro ministro e líder do PSD, Passos Coelho, desejou esta quarta-feira, 9 de Março que a presidência de Marcelo Rebelo de Sousa, que hoje se inicia, seja “auspiciosa” para os portugueses, numa altura em que, considerou, “não vivemos tempos fáceis”.

“Não terá uma presidência simples”, afirmou Pedro Passos Coelho sobre Marcelo, a quem garantiu “toda a disponibilidade para que o seu mandato possa significar um exercício elevado de política, com sentido de Estado”.

O ex-governante, em declarações aos jornalistas no Parlamento onde decorre esta quarta-feira a posse de Marcelo Rebelo de Sousa, disse que se abre agora uma nova forma de exercer a Presidência da República e deixou ainda elogios a Cavaco Silva, o Chefe de Estado cessante.

“Queria fazer um reconhecimento público da forma como o actual Presidente da República desempenhou as suas funções durante dez anos, um elevado sentido de Estado uma influência muito grande e discreta e tenho a certeza de que o país lhe ficará a dever muito. Serviu o seu país e não se serviu do seu lugar”, concluiu. (Jornal de Negocios)

por Paulo Zacarias Gomes

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA