MNE Belga: Abdeslam preparava-se para “fazer qualquer coisa” em Bruxelas (vídeo)

German Marshall (EURONEWS)

O vice Primeiro-ministro federal e Ministro dos Negócios Estrangeiros belga, Didier Reynders, disse que Salah Abdeslam, os dos principais suspeitos dos atentados de Paris de novembro de 2015, se preparava “para fazer qualquer coisa” na capital do país, Bruxelas.

A informação, avançada pelas principais agências internacionais de notícias e pelo serviço público belga de rádio e televisão em língua francesa, RTBF, ao longo da tarde deste domingo (20), aponta também para a descoberta por parte da polícia belga de um conjunto de armas consideradas pesadas junto do local onde se encontrava o que é considerado como um dos principais suspeitos dos atentados jihadistas de 13 de novembro em Paris e que causaram a morte a pelo menos 130 pessoas.

“Os primeiros comentários da parte de Salah Abdeslam (…) indicam que queria ir até ao Estádio de França para acionar um colete com explosivos, mas não o fez”, disse o Ministro belga dos Negócios Estrangeiros.

“A outra informação é que ele estava pronto para recomeçar qualquer coisa em Bruxelas”, continuou o Ministro belga, durante um colóquio organizado na capital belga pelo instituto norte-americano German Marshall Fund.

Posteriormente contactado pelos jornalistas da RTBF, Didier Reyinders insistiu em que todos os indícios apontavam para a possibilidade de novas atividades, sem nunca referir palavras como “ataque” ou “atendado”, explicando, por outro lado, que “a investigação deverá demonstrar se (Abdeslam) preparava algo a ter lugar em Bruxelas, tendo em conta as armas encontradas em Forest e em Molenbeek”. (EURONEWS)

por António Oliveira e Silva | com AFP, RTBF

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA