Ministra Filomena Delgado na 60ª reunião da Comissão da ONU sobre condição da Mulher

Filomena Delgado - Ministra da Família e Promoção da Mulher (Foto: Lino Guimaraes)

A ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, participa desde segunda-feira na 60ª Sessão da Comissão das Nações Unidas sobre a Condição da Mulher (CSW – sigla em inglês), que decorre em Nova Iorque até dia 24 do corrente mês.

A dirigente chefia uma delegação multi-sectorial chegada domingo a Nova Iorque e que integra a secretária do Presidente da República para os Assuntos Jurídicos e Judiciários, Antónia Florbela Araújo, e a secretária Adjunta do Conselho de Ministros, Ana Maria de Sousa e Silva.

A deputada Luzia Inglês Van-Dúnem e quadros seniores de várias instituições do país também participam na reunião, iniciada com um debate geral que prossegue nesta terça-feira, dia em que a Ministra Filomena Delgado faz a sua intervenção.

Na aberura da reunião, que irá sublinhar o papel crucial das mulheres na implementação e alcance dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, apelou aos governos, empresas e outras instituições para intensificarem os esforços no sentido da plena igualdade de género.

A reunião tem a Declaração e o Plano de Acção de Beijing como referência e as questões relacionadas com o género e a sua interligação com a agenda do desenvolvimento sustentável 2030 como ponto central.

Além da análise dos temas principais, realizar-se-á um segmento ministerial com o objectivo de debater as preocupações actuais e demonstrar o compromisso político com a questão da igualdade de género, empoderamento e a plena realização dos direitos humanos das mulheres.

Durante as duas semanas da sessão, a ministra da Família de Angola tem previsto encontros bilaterais com alguns dos seus homólogos presentes na reunião e com responsaveis da ONU ligados à problemática das mulheres.

No dia 28 de Março, Filomena Delgado vai presidir o debate aberto do Conselho de Segurança sobre “Mulheres, Paz e Segurança: O Papel das Mulheres na Prevenção e Resolução de Conflitos em África”, um tema proposto por Angola, que este mês preside o Órgão da ONU que zela pela Paz e Segurança Internacional. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA