“Mãos Limpas brasileira chega ao coração do poder”

(DW)

Operação na casa do ex-presidente Lula é principal destaque na imprensa europeia. Jornal italiano compara Lava Jato a investigação dos anos 1990 na Itália, e diário espanhol aposta em efeito catastrófico para o governo.

A operação de busca e apreensão da Polícia Federal (PF) na residência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o principal assunto nos sites de alguns dos maiores jornais da Europa nesta sexta-feira (04/03). Lula foi levado para depor no âmbito da Operação Lava Jato.

O britânico The Guardian dedica sua manchete (principal matéria) ao assunto, com o título “Polícia detém ex-presidente Lula em inquérito por corrupção”. O texto afirma que “a detenção do influente político do PT marca uma dramática nova fase do inquérito Lava Jato” e “provavelmente vai elevar a pressão sobre o governo de Dilma Rousseff, que já está lutando contra um pedido de impeachment, recessão econômica e a epidemia de zika”.

O assunto é também o principal destaque no site da emissora britânica BBC, com a manchete “Ex-líder brasileiro Lula é detido”. Além de informações sobre a nova fase da Lava Jato, o texto lembra que Lula é um dos políticos mais populares do Brasil.

No site do Le Monde, um dos principais jornais da França, o tema aparece em destaque, logo abaixo da manchete. O título da matéria é “Ex-presidente Lula da Silva sob custódia em um caso de corrupção”.

“A Polícia Federal fez buscas na casa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi levado sob custódia, e afirmou ter provas de que ele se beneficiou da corrupção organizada dentro Petrobras”, relata o diário.

O espanhol El País manteve o assunto na manchete de seu site desde o início da manhã. Uma reportagem de sua correspondente em São Paulo trata o caso como “o golpe mais duro até agora” contra Lula.

“Os efeitos da operação Aletheia podem ser catastróficos para o governo e para Lula, que tinha esperanças de ser candidato à presidência novamente em 2018”, escreve o diário espanhol.

Na Itália, o Corriere della Sera compara a Operação Lava Jato à Operação Mãos Limpas, a megainvestigação nos anos 1990 que desvendou um esquema de corrupção e levou ao desaparecimento de uma série de partidos políticos.

O texto afirma: “A Mãos Limpas brasileira chega ao coração do poder e derruba um mito. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi detido no alvorecer em sua casa e levado para a sede da polícia para um depoimento. Não é uma prisão, mas uma medida coercitiva para forçá-lo a responder às perguntas dos juízes.” (DW)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA