Malanje: Governo da província arrecada mais 1 bilhão de kwanzas em 2015

Governador de Malanje, Norberto dos santos "Kwata Kanawa" (Foto: Lucas Neto/Arq)

Um bilhão, 568 milhões e 210 mil e 919 kwanzas foram arrecadados pelo governo da província de Malanje, para os cofres do Estado, durante o ano de 2015, através de cobrança de diversos serviços.

A informação consta do comunicado final da I sessão extraordinária de 2016 do governo da província de Malanje, cujo encontro foi realizado, quarta-feira, e orientado pelo governador local, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”.

De acordo com o documento, o valor monetário resultou essencialmente da cobrança de impostos, pagamentos de impostos, taxa de circulação e outros emolumentos, numa acção efectuada pelos órgãos fiscais da província.

Em 2015, ressalta a nota, o sector da Justiça emitiu 37 mil e 8 bilhetes de identidade, dos quais 27 mil 435 cidadãos beneficiaram de isenção de emolumentos, a luz do Decreto Presidencial número 80/13 de 5 de Setembro.

O mesmo sector, acrescenta o comunicado, emitiu 13 mil 271 registos criminais, bem como nove mil 702 registos de nascimento de crianças dos 0 aos 5 anos de idade.

No domínio da Educação, em 2015, foram matriculados 284 mil 335 alunos nos diferentes subsistemas de ensino geral e técnico profissional, dos quais 238 mil 486 estudantes transitaram de classe, atingindo uma cifra de 84 porcento de bom aproveitamento escolar.

Já no campo da Saúde, no ano em análise, foram registados em todas as unidades sanitárias da província 15 mil 393 partos, dos quais 543 resultaram em nados mortos, bem como se realizaram campanhas de reforço de prevenção e combate às grandes endemias como a malária e o VIH/Sida.

Relativamente ao sector de Energia e Águas, em 2015, foram efectuadas duas mil e 73 novas ligações domiciliares de energia e mil e 387 de água potável.

Com estas ligações, a cidade de Malanje e arredores conta com 35 mil e 430 consumidores de energia eléctrica, bem como 8 mil e 387 clientes a beneficiarem de água canalizada.

O encontro contou com a participação dos vice-governadores de Malanje, delegados e directores provinciais, administradores municipais e outros membros responsáveis da região. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA