Mais de 80 oficiais da polícia formados em técnica de investigação criminal

(RNA)

Oitenta e três oficiais da Polícia Nacional participaram, durante três meses, num curso de técnica e táctica de investigação criminal, com o objectivo de reforçar o quadro de efectivos do Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Em declarações à Angop, o director do Gabinete Institucional e Imprensa do SIC, Cristiano Francisco, disse que, durante o curso, que encerra quarta-feira (16), foram ministradas 20 disciplinas.

Dentre as disciplinas administradas destaque para Investigação Criminal, Instrução Processual, Criminalística, entre outras matérias que vão ajudar a melhorar a actuação e a instrução processual dos formandos.

O encerramento, que será presidido pelo director do SIC, comissário-chefe Eugénio Alexandre, terá lugar na unidade de Polícia do Kapolo 1.

O SIC tem a responsabilidade de auxiliar as autoridades judiciais na administração da justiça nos termos da lei, realizar instruções preparatórias nos processos-crime em todas as causas da sua competência, controlar o potencial delitivo, de acordo com o seu grau de risco social, investigar e descobrir os autores do crime.

Este órgão do ministério do Interior tem ainda o compromisso de analisar as causas que geram a criminalidade e as suas consequências e apresentar medidas que visam a prevenção e a repressão.

São ainda responsabilidades do SIC efectuar buscas, detenções, apreensões de bens utilizados na prática de crimes, assim com prevenir e reprimir os crimes de branqueamento de capitais e conexos, bem como os de natureza informática e económico-financeiro. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA