Lunda Sul acolhe acto central do 4 de Abril

Logotipo do 4 de Abril Dia da Paz e Reconciliação Nacional (Foto: Cedida)

A província da Lunda Sul, localizada no centro da região leste de Angola, vai acolher o acto central das comemorações do 14º aniversário do 4 de Abril, Dia da Paz e da Reconciliação Nacional, segundo anunciou hoje, quarta-feira, em Saurimo, a governadora local, Cândida Narciso.

De acordo com a governadora que falava em conferência de imprensa a propósito dos preparativos da efeméride, o acto será marcado com as inaugurações do balcão do Banco de Poupança e Crédito (BPC) no município de Dala, projecto mineiro do Txieji, encontro com as autoridades tradicionais e um jantar de gala da paz no complexo turístico Isabel Matuca.

Está previsto também a realização de um culto ecuménico onde várias denominações religiosas vão se juntar para em uníssono agradecer a bênção de Deus pela paz e a consolidação do processo de reconciliação nacional no Estádio Municipal das Mangueiras, em Saurimo.

Várias individualidades políticas, entre as quais membros do Executivo e deputados da Assembleia Nacional, deverão desembarcar a partir do dia 1 de Abril, em Saurimo, para participar da festa da paz.

A 4 de Abril de 2002 foi assinado o Memorando de Entendimento Complementar ao Protocolo de Lusaka entre o Governo angolano e a UNITA, acto que mudou o curso da história da República de Angola.

O acordo, rubricado no Palácio dos Congressos, em Luanda, e assistido pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, e por representantes da comunidade nacional e internacional, simbolizou o fim de um longo período de guerra que deixou milhares de deslocados, mutilados e órfãos.

A partir da assinatura do documento, o 4 de Abril foi instituído feriado nacional e passou a ser, entre os angolanos, uma referência histórica importante na luta do povo, por marcar uma viragem decisiva no processo político e no de desenvolvimento de Angola.

A data constitui igualmente uma das maiores conquistas do povo angolano após a independência nacional, proclamada em 11 de Novembro de 1975, pelo fundador da nação angolana, António Agostinho Neto. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA