Liga Árabe rejeita projecto federal de união curda na Síria

(AFP)
(AFP)
(AFP)

A Liga Árabe rejeitou nesta segunda-feira a proclamação dos curdos da Síria de um projecto que unifica áreas do país em guerra, e afirmou que estes “chamados separatistas prejudicam a unidade da Síria”.

Os curdos da Síria e seus aliados proclamaram na quinta-feira um “sistema federal” que une as zonas sob seu controle no norte do país.

Esta iniciativa, parecida com uma autonomia de fato, foi imediatamente rejeitada pela oposição e pelo regime sírio, que se encontram actualmente em negociações em Genebra para tentar achar uma solução para o conflito sírio, que deixou 270.000 mortos em cinco anos.

“A unidade e a integridade territorial da Síria são para a Liga um princípio fundamental”, afirmou no Cairo seu secretário-geral adjunto, Ahmed Ben Helli.

Esta proclamação de uma região federal foi aplaudida pelos curdos sírios em Moscovo.

“Não aspiramos criar uma zona autónoma exclusiva da nação curda. Queremos instalar um regime federal, democrático e laico em que todos os componentes da sociedade síria possam se reunir e no qual se sintam representados”, afirmou Rodi Osman, director do escritório de representação dos curdos sírios na Rússia.

Os curdos sírios, que controlam agora 14% do país e três quartos da fronteira sírio-turca, não participam nas negociações de Genebra, já que a Turquia considera suas forças “terroristas”. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA