Juristas condenam última acusação contra activistas angolanos

(VOA)

A decisão das autoridades judiciais angolanas de formularem uma nova acusação contra os activistas em julgamento em Luanda foi condenada por um jurista e por um dos advogados de defesa.

Os activistas foram acusados de tentar derrubar o governo, mas no dia das alegações finais, na semana passada, foram também acusados do crime de associação de malfeitores.

O jurista Albano Pedro afirmou que o crime de associação de malfeitores diz respeito a um grupo de pessoas que deliberadamente e com conhecimento de estarem a violar a lei se envolvem em crimes.

Zola Ferreira Bambi, membro da equipa de defesa, afirma não ser normal a substituição de crimes no momento das alegações finais, e acusa o Ministério Público de agir com vontade de condenar.

Ferreira Bambi diz confiar na justiça, mas tem dúvidas que ela será equilibrada.

A sentença será conhecida na segunda-feira. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA