Inicia primeira fase do programa escolar “Criança Saudável”

Wilbart de Wit - Director Geral da Nastleé Angola (Foto: Joaquina Bento)

O programa académico “Criança Saudável”, promovido pela empresa Nestlé Angola, começou hoje, quarta-feira, em Luanda, com a participação de 47 professores da capital do país.

O projecto, que conta com apoio dos ministérios da Educação, Saúde e Agricultura, visa informar, educar e sensibilizar alunos do ensino primário sobre a importância de uma alimentação saudável e equilibrada, bem como a necessidade de cuidarem melhor da higiene pessoal e preservarem o meio ambiente.

Para efeito, foi elaborado um manual para os professores, com 118 páginas e subdividido em quatro temas, respectivamente, nutrição, pirâmide alimentar, higiene e segurança e actividade física, assim como um caderno de actividades para os alunos.

A cerimónia de lançamento do programa, decorreu em simultâneo com um seminário sobre Educação Nutricional, que vai durar três dias, período em que os participantes vão analisar os conteúdos programáticos alinhados ao currículo escolar, cujo teor foi desenvolvido por profissionais da área de nutrição e técnicos dos ministérios da Educação, da Agricultura e da Saúde.

Na ocasião, o director nacional da Acção Social do Ministério da Educação, Domingos Torres, disse que após a formação, os participantes ao encontro vão disseminar o conhecimento adquirido no seminário a outros professores.

O objectivo, ressaltou, é alargar em todas as escolas da região esses conhecimentos.

Sobre o manual já publicado, o responsável explicou que não fará parte do currículo académico, mas será enquadrado como “temas transversais” nas disciplinas de Português, Ensino do Meio, Biologias e Educação Física.

“A educação, embora seja uma tarefa em grande medida da responsabilidade do Estado, é uma acção social que requer maior envolvimento da comunidade”, salientou.

Por sua vez, o director-geral da Nestlé Angola, Wilbart de Wit, disse que o beneficio do programa será sentido a curto e médio prazo nas crianças, que são o futuro da nação.

A Nestlé Angola, referiu, pretende uma cooperação sustentável para implementação do programa, visto que uma pessoa bem informada pode fazer escolhas melhores.

O programa existe há seis anos e está implementado em 84 países, abrangendo 8.4 milhões de criança no mundo. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA