Huíla: Rússia quer investir em projectos agrícolas na Huíla

Huíla: Dimitri Lobachi - embaixador russo em Angola (Foto: José Filipe)

A República Federativa da Rússia vai, ainda este ano, apoiar a implementação de alguns projectos agrícolas e pecuários da província da Huíla, principalmente a produção de cereais em grande escala e o fomento da criação de gado, anunciou o seu embaixador em Angola, Dimitri Lobachi.

Falando terça-feira à imprensa no Lubango, onde esteve de visita de trabalho de algumas horas, Dimitri Lobachi, à saída de um encontro com o governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, apontou a produção de cereais e o fomento da criação de gado como prioridades nesta intenção.

Sem avançar datas para o início dos referidos projectos e nem dos valores a serem investidos, o diplomata acredita que será uma mais-valia investir nesta província, dadas as suas potencialidades neste segmento, que se assemelham às russas.

Afirmou que projectos de género serão também executados em Luanda e Huambo, sem descorar outras regiões do país.

O embaixador disse que nos últimos três anos a Rússia investiu em Angola 50 milhões de dólares no sector do comércio, mas que resultados a este nível não foram muito agradáveis, devido alguns constrangimentos, que não revelou.

Esta é a primeira visita que o embaixador da Rússia acreditado em Angola, Dmitri Lobachi, efectua à província da Huíla desde 2013, altura que foi nomeado para desempenhar o cargo. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA