Huambo: Promovida campanha de plantação de árvores em zonas habitacionais de risco

Huambo: Plantação de árvores na Caála (Foto: Frank Beu)

A administração do município da Caála, província do Huambo, plantou, sexta-feira, 300 árvores nas zonas de risco localizadas na zona do morro Bangela, para impossibilitar a construção de residências.

Em declarações à Angop, o administrador do município da Caála, Victor Tchissingui, disse que o local estava a ser invadido pelos munícipes que ergueram ilegalmente 25 casas, sem se preocuparam com os riscos, que são mais evidentes nesta época chuvosa.

Explicou que no perímetro existem ravinas e rios cujas águas, em caso de intensas chuvas, podem romper as respectivas obras.

Informou que no total já foram plantadas 500 árvores no local, só esta semana.

Victor Tchissingui disse que as casas erguidas serão demolidas para a garantia da segurança da população, bem como contribuir na educação dos cidadãos em termos de observância da legislação administrativa.

Assegurou que, para evitar prejuízos financeiros, a administração local começa a partir do próximo mês, o programa de distribuição de terrenos para construção de residências na reserva fundiária do bairro da “Lenha”, com condições aceitáveis para receber edifícios. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA