Huambo: Executado 75 por cento do programa de combate a pobreza

(Foto: ANGOP)

A execução do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate a Fome e a Pobreza (PMIDRCFP) a nível da província do Huambo cifra-se em 75, 68 por cento, desde a sua concepção em 2010.

O facto consta do relatório da Unidade Técnica Provincial de Combate à Pobreza (UTPCP) do Huambo, apresentado durante a realização, quarta-feira, da sua I sessão extraordinária.

De acordo com o documento, nos últimos cinco anos o programa permitiu a melhoria da imagem dos 11 municípios da província, dispondo de serviços capazes de atender qualquer solicitação.

Indica que foi possível a criação de associações e cooperativas agrícolas, prestação de apoio técnico e material ao sector agricola, assim como a distribuição de sementes que aumentarem o níveis de produção.

No capítulo da melhoria das rendas familiares, foram igualmente cedidos créditos, através da rede provincial dos Balcões Únicos de Empreendedores, assim como a realização de acções formativas em matéria de gestão de negócios.

No quadro das infra-estruturas e serviços sociais, explica o documento, foram construídas, reabilitadas e apetrechadas 11 administrações municipais, 12 comunais, 46 outros edifícios administrativos, entre repartições municipais e comunais.

Constam ainda das acções desenvolvidas, a construção e apetrechamento de 66 escolas correspondestes a 412 salas de aulas, 103 centros e postos de saúde, 37 casas para técnicos de saúde e educação.

Permitiu igualmente a construção de 13 postos policiais, 86 sistemas de água e 118 furos.

A reabilitação de estradas secundárias e terciárias, pontes e pontecos, foram outras das acções desenvolvidas, tendentes a melhoria da circulação de pessoas e bens.

Contudo, a execução do programa durante o período em análise está avaliado em 19 bilhões, 486 milhões, 476 mil e 75 kwanzas, permitiu igualmente a construção de 13 postos policiais, 86 sistemas de água e 118 furos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA