Huambo: Combate à pobreza vai consumir mais de 300 milhões de kwanzas na Caála

Huambo: Vista da cidade da Caála (Foto: FRANK BEU)

Trezentos e quarenta e nove milhões, 022 mil e 842 kwanzas é valor aprovado este ano para a execução do programa integrado de desenvolvimento rural e combate à pobreza no município da Caála, situado a 23 quilómetros ao oeste da cidade do Huambo.

A informação foi avançada hoje, quinta-feira, pelo administrador do município da Caála, Victor Tchissingui, durante II sessão ordinária da unidade técnica do Programa de Combate a Fome e à Pobreza desta circunscrição.

O montante aprovado destina-se para a manutenção de infra-estruturas, melhoramento das estradas terciárias, operacionalização do “micro fomento”, organização produtiva das comunidades, reforço institucional, implementação do projecto “cidades limpas”, merenda escolar e a execução do programa “água para todos” nas comunidades.

A construção de infra-estruturas sociais, cuidados primários e projectos integrados de desenvolvimento rural são outros projectos definidos para a promoção do bem-estar e melhoramento das condições de vida das populações carenciadas residentes no município da Caála.

O administrador do município da Caála, Victor Tchissingui, recomendou maior racionalização do dinheiro na implementação dos projectos e empenho dos gestores para a garantia do desenvolvimento socioeconómico nesta região.

Em 2015, foi aprovado um montante avaliado em trezentos e 90 milhões de kwanzas para a execução de diversos projectos inseridos no programa integrado de desenvolvimento rural e combate à pobreza no município da Caála. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA