Huambo: Capturadas amostras de mosquitos suspeitos causadores da febre-amarela

Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela (Foto: Joaquina Bento)

Os técnicos de saúde do município da Caála, província do Huambo, durante a última semana, capturaram amostras de mosquitos suspeitos causadores da febre-amarela para análise laboratorial, informou hoje, segunda-feira, o director da repartição de saúde local, Albino Ndumbi Ernesto.

Em declarações à Angop, disse que as amostras foram enviadas para a cidade do Huambo afim de se efectuar um estudo aprofundado de modo a se determinar ou não a suspeita, e aumentar-se, em caso de confirmação, os programas preventivos contra a febre-amarela.

Albino Ndumbi Ernesto explicou que as autoridades sanitárias continuam com o programa de sensibilização de combate contra a febre-amarela, alertando a população sobre os seus sintomas, assim como a necessidade de se prestar maior atenção ao saneamento básico.

Este programa, frisou, é o completo das campanhas anti-larvais, pulverização e distribuição de mosquiteiros.

De Janeiro a Março deste ano o município da Caála registou dez casos suspeitas de febre-amarela, destes quatro terminaram em óbito, três ficaram curados e dois continuam a receber assistência médica no hospital desta circunscrição. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA