Hollande abandona projecto de retirada de nacionalidade a terroristas

(EURONEWS)

O presidente francês decidiu abandonar o controverso projecto de reforma constitucional, que previa a retirada de nacionalidade aos condenados por terrorismo e que, durante quatro meses, alimentou uma viva polémica.

O anúncio foi feito depois da reunião desta quarta-feira do Conselho de Ministros, em Paris. François Hollande disse constatar “depois de quatro meses, que a Assembleia Nacional e o Senado não conseguiram chegar a acordo sobre um mesmo texto e que um compromisso parece estar fora de alcance acerca da definição da retirada de nacionalidade para os terroristas”.

Hollande culpou a oposição conservadora pelo fracasso político, mas o polémico projecto não era consensual no próprio campo socialista e levou mesmo Christiane Taubira a abandonar o cargo de ministra da Justiça.

A reforma constitucional previa também a inscrição na Constituição do estado de emergência, em vigor desde os atentados de novembro em Paris. (EURONEWS)

por Rodrigo Barbosa | com AFP

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA