Farc e governo estão perto de cessar-fogo bilateral, diz líder guerrilheiro

(AFP)

O governo da Colômbia e as Farc estão “muito perto” de acordar um cessar-fogo bilateral definitivo, afirmou Carlos Antonio Lozada, delegado da guerrilha nos diálogos de paz em Cuba.

“Hoje estamos muito perto de chegar a um acordo”, disse Lozada, cujo nome real é Luis Antonio Losada, em uma entrevista ao “Semanario Voz” divulgada neste sábado.

“No que diz respeito ao cessar-fogo temos diferenças mínimas em aspectos procedimentais, mas estamos a dias de fechar esse acordo”, acrescentou.

O governo de Juan Manuel Santos e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC, marxistas), em negociações desde novembro de 2012 em Havana para acabar com 50 anos de conflagração, se comprometeram a selar a paz no dia 23 de Março, estabelecido como data limite.

“Já se está sentindo o fim do confronto armado (…). O que temos hoje é um cessar-fogo bilateral de fato”, apontou Lozada sobre a diminuição da violência após o cessar-fogo unilateral decidido pelas Farc em Julho passado, ao qual o governo respondeu com a suspensão dos bombardeamentos aos acampamentos da guerrilha.

Lozada disse que a equipe negociadora das Farc já entregou sua proposta sobre o processo de desarmamento. “Estamos esperando a resposta”, disse.

O líder rebelde defendeu o “direito” das Farc de explicar sua visão dos acordos em “diferentes cenários” da Colômbia.

“Em oficinas, seminários e reuniões públicas, os porta-vozes do governo apresentam relatórios sobre as negociações pelo o seu ponto de vista. Mas o justo é que haja as duas partes em igualdade de condições fazendo a pedagogia de paz”, argumentou.

“Os rebeldes têm o direito de falar ao povo sobre a paz que propomos”, acrescentou. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA