Ex-namorada de Evo Morales diz ter teste de DNA de filho com o presidente

Gabriela Zapata, ex-namorada do presidente da Bolívia, Evo Morales, provará a existência de um filho dos dois com um teste de DNA, afirmou seu advogado, enquanto Morales falou nesse sábado em "suposto filho". "Há um teste de DNA, que teria sido realizado há aproximadamente três anos", afirmou Eduardo León, advogado de Zapata, citado pela rádio privada Erbol. "Dona Gabriela Zapata está apresentando um conjunto de provas que fará que esse caso finalmente se esclareça. Chegou o momento das provas, chegou a hora das evidências", acrescentou o advogado. Sem se referir especificamente ao assunto, em um ato público Morales culpou os opositores de direitas de estar por trás das denúncias. "Agora usam uma mulher, um menino, supostamente há um menino", disse o chefe de Estado, garantindo que "se vai saber a verdade". O escândalo veio à tona no começo do mês passado, quando o jornalista Carlos Valverde revelou que o governante havia tido um filho com Zapata e que ela era, naquele momento, gerente comercial da companhia chinesa CAMC, que na gestão atual firmou contratos com o Estado no valor de 560 milhões de dólares (AFP)

Gabriela Zapata, ex-namorada do presidente da Bolívia, Evo Morales, provará a existência de um filho dos dois com um teste de DNA, afirmou seu advogado, enquanto Morales falou nesse sábado em “suposto filho”.

“Há um teste de DNA, que teria sido realizado há aproximadamente três anos”, afirmou Eduardo León, advogado de Zapata, citado pela rádio privada Erbol.

“Dona Gabriela Zapata está apresentando um conjunto de provas que fará que esse caso finalmente se esclareça. Chegou o momento das provas, chegou a hora das evidências”, acrescentou o advogado.

Sem se referir especificamente ao assunto, em um ato público Morales culpou os opositores de direitas de estar por trás das denúncias. “Agora usam uma mulher, um menino, supostamente há um menino”, disse o chefe de Estado, garantindo que “se vai saber a verdade”.

O escândalo veio à tona no começo do mês passado, quando o jornalista Carlos Valverde revelou que o governante havia tido um filho com Zapata e que ela era, naquele momento, gerente comercial da companhia chinesa CAMC, que na gestão actual firmou contratos com o Estado no valor de 560 milhões de dólares. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA