Ex-ministro da imprensa russo morreu de lesões nos EUA

(Sputnik/ Ilya Pitalev)

Investigação da morte do ex-ministro da imprensa russo que morreu em Washington nos finais de 2015 tem novos detalhes oficialmente confirmados.

Segundo uma descoberta feita por especialistas americanos, no corpo e na cabeça de Mikhail Lesin há marcas de lesões. Apesar de eles ter declarado que é prematuro fazer especulações, os especialistas e a média já começaram a discutir o assunto.

Os especialistas forenses acham que lesões na cabeça foram a causa da morte do ex-ministro russo, que morreu aos 57 anos em 5 de novembro de 2015.

Mas os especialistas americanos cometeram um erro no documento — o ex-ministro russo tinha 57 e não 59 anos de idade.

A respectiva informação foi divulgada por via do comunicado conjunto do Gabinete Principal de Médico Legista (OCME, na sigla em inglês) e a Polícia da Washington.

“Causa da morte: ferimentos na cabeça contusos, sem corte”, diz-se no documento.

Mesmo assim, o modo da morte foi classificado como “desconhecido”. (SPUTNIK)

(SPUTNIK)
(SPUTNIK)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA