Espanha: 14 mortos em acidente de autocarro

(LUSA/EPA)

Veículo pesado, que pertence a uma empresa em Mollet del Vallès, transportava 56 pessoas que regressavam de umas festas em Valência. Eram, na sua maioria, estudantes de Erasmus.

Um total de 14 estudantes de Erasmus de várias nacionalidades morreram hoje de manhã quando o autocarro em que seguiam chocou com um veículo na autoestrada AP-7, junto a Freginals, em Terragona, Espanha, informou a proteção civil do Governo. Há também registo de 43 feridos.

O autocarro acidentado em Freginals, pertencente a uma empresa de Mollet del Vallès (Barcelona), transportava 56 estudantes de Erasmus de diversas nacionalidades que regressavam de umas festas em Valência, segundo a Efe.

O veículo pesado sinistrado fazia parte de um grupo de cinco e encontrava-se na cauda do comboio. Os ocupantes dos outros autocarros só se conseguiram inteirar do acidente, ao chegar ao destino.

O acidente aconteceu às 06:00 da manhã locais (05:00 hora de Lisboa), quando o autocarro da empresa Autocares Alejandro, que circulava no sentido Barcelona, perdeu o controlo, atravessou o separador e ficou voltado no sentido sul, colidindo com outro veículo.

Um total de oito jovens, quatro em estado muito grave, que viajavam no autocarro deram entrada no hospital Verge de la Cinta de Tortosa (Tarragona). De acordo com a empresa, o motorista do autocarro é um dos sobreviventes.

Os bombeiros estão a trabalhar com 17 equipas a resgatar as vítimas do interior dos veículos envolvidos, e o transportador terá um outro veículo para transportar as pessoas ilesas para um hotel em Tortosa (Tarragona).

O ministro do Interior catalão, Jordi Jané, também se deslocou para o local para acompanhar a situação de emergência.

“Estamos chocados. Sabemos que as vítimas são muito jovens e hoje é um dia muito triste”, disse Josep Roncero, autarca de Freginals (Tarragona), uma povoação de escassos 400 habitantes, uma das primeiras pessoas a chegar ao local.

A Proteção Civil do Governo, em conjunto com as autoridades locais, está a disponibilizar espaços de atendimento aos ilesos, com ajuda psicológica.

A circulação na AP-7 está completamente cortada no sentido sul.

Esta colisão é um dos acidentes de trânsito mais graves que ocorreram em Espanha desde 2000, com envolvimento de um autocarro de passageiros.

O acidente com o maior número de mortes em Espanha foi a 06 de julho de 2000, quando um autocarro em que viajavam alunos catalães colidiu com um camião de transporte de gado na cidade de Soria Golmayo, provocando vinte mortos e treze feridos graves.

Um jornalista, Victor Sorribes, que se encontra no local, divulgou as primeiras imagens do acidente na sua conta de Twitter.

Entretanto, a Proteção Civil da Catalunha divulgou, através das redes sociais, um contacto telefónico para que se possa obter informações sobre o sinistro:

EmergènciesCatalunya Conta verificada
[email protected]

HABILITAT TELÈFON 012 PER A INFORMACIÓ ACCIDENT AUTOCAR AP-7 A #FREGINALS. PER A TRUCADES DE FORA DE #CATALUNYA 902400012 #Protecciocivil
(TVI24)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA