Divulgada imagem de três presumíveis terroristas de Bruxelas

As autoridades belgas referem que as explosões foram causadas por bombistas suicidas. Jornal belga aponta para estes três homens (TVI24)

Fotografia a partir de câmaras de video vigilância está a ser divulgada pelo jornal belga La Dernière Heure. Há pelo menos duas detenções nas rusgas em Bruxelas.

As câmaras de vigilância do aeroporto de Bruxelas captaram a imagem de três homens que, segundo o jornal La Dernière Heure, são os presumíveis autores dos atentados terroristas desta manhã que causaram vários mortos e feridos.

Na imagem, vemos os três homens com carrinhos de bagagem dentro do aeroporto, antes de se registarem as duas explosões. A conta do Twitter da organização WikiLeaks faz notar que dois dos homens estavam com luvas nas mãos esquerdas, onde provavelmente traziam os detonadores.

A imprensa russa avança que dois irmãos da Bielorrússia, Ivan e Alexey Dovbashi, bem como o compatriota Marat Yunusov poderão estar por detrás dos atentados desta manhã. O trio terá combatido na Síria nas fileiras do Estado Islâmico.

O ministro belga dos Assuntos Estrangeiros confirmou que as autoridades acreditam que alguns terroristas estão em fuga.

Após os atentados, a polícia belga procedeu a rusgas. Apesar de ainda não se saber o balanço oficial destas operações, imagens de câmaras de videovigilância captaram a detenção de dois suspeitos.

Polícia deteve pelo menos duas pessoas (TVI24)
Polícia deteve pelo menos duas pessoas (TVI24)

Duas operações policiais estão a decorrer em Bruxelas, uma nas traseiras da estação de metro de Maalbeek, onde hoje explodiu uma bomba, e outra perto da estação de comboio de Schaerbeek, segundo a agência EFE.

Na praça Marie-Louise, nas traseiras da estação de metro de Maalbeek, estarão uma vintena de polícias, depois de uma testemunha ter denunciado a presença de um automóvel vazio, com a chave na ignição e o motor a trabalhar, segundo a agência EFE, que cita a sua congénere belga.

A polícia montou um cordão de segurança nas duas zonas. (TVI24)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA