Delegadas ao VI Congresso da OMA satisfeitas com o evento

Convidados ao VI Congresso da OMA (Foto: Joaquina Bento)

As participantes no VI Congresso da Organização da Mulher Angolana (OMA) manifestaram hoje, quinta-feira, a sua satisfação por este evento marcar o percurso histórico da agremiação e fortalece-la para as próximas eleições de 2017.

Em declarações hoje, quinta-feira, à Angop, à margem do VI Congresso, referiram que o evento é tão importante para a organização, pelo facto de estar a ser realizado numa altura em que o país completou 40 anos de independência.

Para Quinta Pinto, delegada da Província do Moxico, os desafios que as esperam são sem dúvidas as eleições de 2017, por isso, a prioridade recai para as acções de mobilização de mais mulheres para a vitória preconizada pelo seu partido.

Disse que a sua delegação trouxe contribuições para o VI Congresso, sobretudo a participação das mulheres na diversificação da economia, atendendo a crise que o país atravessa.

Já Felismina Timóteo, delegada da província de Malanje, espera que deste congresso saiam resoluções importantes com vista ao desenvolvimento multifacético da mulher e, consequentemente, do país.

Acrescentou que as mulheres da sua província estão a ser mobilizadas para trabalharem arduamente para a vitória nas próximas eleições, bem como para alcançar os objectivos do milénio.

A delegada Maria da Conceição Neto, da província do Cuanza-Sul, frisou que a sua delegação trouxe contribuições que poderão enriquecer as discussões das três teses apresentadas pela organização e os estatutos.

Avançou que a sua província corrobora com os programas e desafios preconizados pela Comissão Preparatória do VI Congresso.

O VI Congresso da OMA, que decorre sob o lema “Mulher Angolana – Firme pela Igualdade e Bem-Estar Social” foi marcado com a presença do presidente do MPLA, José Eduardo dos Santos.

Participam do conclave cerca de mil 600 delegadas vindas das 18 províncias do país e do exterior. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA