Cunene: Sector da Educação necessita de 286 professores em Namacunde

Sala de aula (DR)

O chefe da repartição municipal da Educação em Namacunde, Cunene, António Epalanga, disse hoje, sábado, na circunscrição, que o sector necessita de 286 professores do ensino primário e do I ciclo do ensino secundário.

Ao falar à Angop sobre o sector da Educação no município, António Epalanga sublinhou que o preenchimento desse número de vaga é necessário, tendo em vista a construção em curso de duas escolas de quatros salas de aulas e uma com 24 salas , bem como as necessidades actuais.

O responsável informou que esforços foram já envidados para colmatar essa lacuna no quadro de professores, por meio de concurso público realizado em 2014.

António Epalanga sublinhou estar esperançoso na admissão de novos docentes tão logo a situação melhore.

No presente ano lectivo, o sector da Educação de Namacunde matriculou 27 mil e 763 alunos do ensino primário e do I ciclo do ensino secundário, distribuídos em 71 escolas, sendo que as aulas são asseguradas por 768 professores.

O município de Namacunde, localizado a 35 quilómetros a sul da cidade de Ondjiva, capital da província do Cunene, tem duas comunas e possui uma população estimada em 143 mil e 900 habitantes. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA