Constituição das plataformas ecuménicas é um dos ganhos da paz

Cerimónia de abertura da Assembleia Constituinte da Convenção Nacional de Igrejas Cristãs de Angola (CONICA) (Foto: Henri Celso)

A constituição das plataformas ecuménicas, que visou por fim a proliferação religiosa no país, é um dos ganhos da paz, afirmou neste sábado, em Luanda, o presidente da Convenção Nacional de Igrejas Cristãs em Angola (CONICA), apóstolo Elias Pedro.

De acordo o líder religioso, que discursava no acto da Assembleia Constituinte da CONICA, as plataformas ecuménicas cumprem com a circular do Ministério da Justiça e acatou as ordens do Executivo e do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, dentro das acções para a resolução do fenómeno religioso.

Considerou que a CONICA contribui para a conservação da paz, bem-estar social e como plataforma ecuménica tem o amor ao próximo e a união acima de tudo.

Acrescentou que a paz alcançada há 14 anos está a permitir a igreja expandir melhor o evangelho pelo país e o clima de tranquilidade e segurança, aliado ao bom estado das estradas, está a contribuir para difusão do evangelho de Jesus Cristo em Angola, por parte das igrejas.

O apóstolo Elias Pedro afirmou também que a liberdade de expressão religiosa e o alcance da paz em 2002 constituem os maiores ganhos da independência nacional.

Durante estes anos, os angolanos conheceram o “sabor” da liberdade e da paz, o que permitiu levar a reconstrução do país e, desta forma, contribuir para o bem-estar da população, embora muito ainda haja por se fazer.

Os líderes religiosos de diversas igrejas que fazem parte da plataforma ecuménica CONICA elegeram hoje o apóstolo Elias Pedro como presidente, pastor Josué Ramos, vice-presidente administrativo e finanças, e apóstola Ernestina da Silva Mateus, vice-presidente para espírito.

A nova direcção da CONICA é composta por apóstolo Elias Pedro, apóstola Ernestina da Silva Mateus, pastor Josué Ramos, bispo José Freitas Gamboa, bispo Joanisvaldo Silva, Manuel Steve Sarmento, reverendo Samuel Afonso, pastor Kitakese Dimbu David, bispo António Castilho, reverendo Alegria Mbumba, bispo Isaac Victor, pastor Eliseu Júnior, apóstolo José Julho de Castro, reverendo Lunama Alberto e apóstolo Samuel Justo. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA